Governo vai antecipar 13º do INSS e liberar saque de R$ 1 mil do FGTS ainda este mês


O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar ainda nesta semana um pacote de medidas econômicas que incluem, novamente, a antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS e uma nova rodada de saques emergenciais do FGTS no valor de R$ 1 mil. O governo está preparando uma medida provisória que deverá ser assinada por Bolsonaro em cerimônia no Planalto até o fim da semana.

As ações do governo federal também foram confirmadas na última semana pelo ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni. De acordo com o ministro, as medidas farão parte de uma iniciativa chamada Programa de Renda e Oportunidade. “Queremos fazer o pagamento [do 13º do INSS] entre abril e junho na sua totalidade. Seriam dois pagamentos, um entre abril e maio, outro entre maio e junho“, adiantou Lorenzoni.

O novo programa deve contemplar mais de 70 milhões de brasileiros e receber um investimento de mais de R$ 165 bilhões ao longo deste ano. O anúncio do novo programa está previsto para esta quinta-feira, 17 de março.

A antecipação do décimo terceiro do INSS já foi utilizada pelo governo nos últimos dois anos como forma de auxiliar financeiramente essa parcela vulnerável da população durante os períodos mais graves da pandemia da Covid-19. Neste ano, sem a antecipação, a 1ª parcela seria depositada em agosto e a 2ª parte do pagamento seria liberada em novembro.

A ação de antecipar o pagamento do 13º dos aposentados acabou repercutindo no Congresso, onde foi criado o projeto de lei que determina o pagamento do 14º salário do INSS. A proposta ainda está tramitando nas comissões da Câmara dos Deputados e precisa passar por votação das duas casas, além de receber a sanção do presidente da República para que o pagamento seja liberado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.