Sintrajufe/RS promove debate com Marilinda Marques Fernandes sobre reforma da Previdência e os prejuízos para a mulher trabalhadora


Neste ano, o 8 de Março está mobilizando a classe trabalhadora brasileira em defesa dos direitos das mulheres e contra a reforma da Previdência. Às 14h30min, o Sintrajufe/RS realiza debate com a advogada Marilinda Marques Fernandes sobre a reforma e os prejuízos para a mulher trabalhadora, no auditório da JF de Porto Alegre.

A plenária do Fórum Gaúcho em Defesa da Previdência, dia 23 de fevereiro, destacou a importância da participação das diversas categorias nas atividades do dia 8 de março, Dia Internacional de Luta das Mulheres.

As mulheres serão as mais afetadas pela reforma. Se aprovada, a idade para aposentadoria será igualada à dos homens, desconsiderando a dupla jornada de trabalho, uma realidade para a maioria das trabalhadoras.

O Índice Global de Igualdade de Gênero mostra que o Brasil fica em 79º lugar no ranking que pesquisa 144 países. Relatório do Fórum Econômico Mundial de 2016 mostra que, na média mundial, as mulheres trabalham 50 minutos a mais por dia que os homens, levando-se em conta o trabalho remunerado e o não remunerado – isto é, as outras jornadas que a mulher tem. E o governo Temer está trabalhando para piorar esse quadro.

O dia de lutas é parte de uma mobilização internacional das mulheres, que protesta contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contra todas as formas de violência contra as mulheres e que, no Brasil, tem como foco o enfrentamento ao governo de Michel Temer e à reforma da Previdência.

O Sintrajufe/RS também convoca a categoria a se integrar, já no fim da tarde, à grande marcha unificada das mulheres, com concentração a partir das 17h, na Esquina Democrática, e saída em caminhada por volta das 18h.

Mais informações aqui.

Fonte: Sintrajufe/RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.